Níveis elevados de estresse podem interferir no resultado final de um tratamento para infertilidade. Distúrbios emocionais podem afetar pacientes que sofreram complicações na gravidez ou perda gestacional ou mesmo que estão em processo de tratamento para a infertilidade, e complicações na gravidez. O distúrbio psicológico, nesse caso, pode estar associado ao insucesso da gravidez, mesmo durante um tratamento da infertilidade. Nessas condições, as pacientes precisam de intervenções de profissionais da área para aliviar o estresse e aumentar a probabilidade de sucesso na gravidez, assistida ou não.

Apesar da infertilidade ser, no mundo moderno, um problema do casal e um evento estressante tanto para as mulheres quanto para os homens, as mulheres apresentam mais depressão e ansiedade relacionadas à infertilidade do que os homens. Ainda assim, o casal deve ser incentivado à cumplicidade no processo de avaliação e tratamento da infertilidade.